Com cocaína vinda da Bolívia, ‘Ratinho’ é preso quando vendia drogas no Aero Rancho

Droga foi comprada por ‘Ratinho’ antes das fronteiras serem fechadas pela pandemia de coronavírus

Um casal foi preso nesta terça-feira (7), no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, quando fazia a venda de cocaína em frente à residência. A polícia já estava investigando o casal depois de denúncias da comercialização de cocaína. Com o homem, os policiais encontraram 13 porções da droga.

Os policiais fizeram a abordagem do casal depois de flagrar um usuário deixando o local após fazer a compra de três porções de cocaína. ‘Ratinho’ confessou o crime e mostrou onde estavam escondidas as outras porções das drogas, em um cano de PVC dentro da casa, que estava em obras.

Ainda em um dos quartos da residência, os policiais encontraram cinco munições. Welton Camargo Gomes de 28 anos, conhecido como ‘Ratinho’ contou que comprava a cocaína da Bolívia e que pagava no quilograma da droga o valor de U$S 2.900, e revendia cada porção de 10 gramas por até R$ 220.

A cocaína teria sido encomendada antes do fechamento das fronteiras devido a pandemia do coronavírus. Ele falou que fazia a venda da cocaína pelo seu celular. Ele foi preso e autuado por tráfico de drogas.

Com cocaína vinda da Bolívia, ‘Ratinho’ é preso quando vendia drogas no Aero Rancho
Mais notícias