Casal preso comprava drogas para emagrecer da internet e revendia no WhatsApp

Foram presos no estacionamento de um mercado quando faziam uma entrega

O casal preso por equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão Narcotráfico) no estacionamento de um supermercado, em Campo Grande, no bairro Parati, quando vendiam remédios para emagrecer disseram em depoimento que compravam as drogas pela internet.

A prisão dos dois aconteceu na última quarta-feira (20), quando faziam a entrega dos remédios no estacionamento do supermercado. Durante a prisão foram encontrados com eles quatro caixas de sibutramina, 30 cápsulas de remédios tarja preta, 14 frascos lacrados de anfrepramona, além de R$ 1.499.

Na delegacia, a mulher se disse arrependida da comercialização dos remédios, e o homem contou que comprava as drogas para emagrecer pela internet e que fazia a revenda pelo WhatsApp para interessados.

Eles foram presos e autuados por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, que possui pena de 10 a 15 anos de reclusão e Exercício ilegal da medicina, arte dentária ou farmacêutica, que possui pena de 6 meses a 2 anos de detenção.

Casal preso comprava drogas para emagrecer da internet e revendia no WhatsApp
Mais notícias