Brasileiro envolvido em assassinato de homens encontrados em cova é preso na fronteira

Execuções podem estar ligadas à vingança ou a uma investida do PCC que disputa o domínio do tráfico de drogas na fronteira

A polícia paraguaia prendeu neste sábado (28) o brasileiro envolvido no assassinato de quatro homens encontrados enterrados em uma cova rasa em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o município sul-mato-grossense de Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande.

Flavio Arruda Guilherme, de 31 anos, foi localizado em uma casa no bairro Jardim Aurora, departamento de Amambay, em Pedro Juan. Com ele, a polícia localizou um fuzil AK-47, uma pistola Glock de 9 milímetros e várias munições.

Brasileiro envolvido em assassinato de homens encontrados em cova é preso na fronteiraEle é suspeito de ter ligação ao assassinato de Riad Salem, Felipe Bueno, Muriel Correia e Gustavo Torales. Muriel e Ricardo seriam sobrinhos de , empresário conhecido como o “Rei da ”. Os quatro teriam sido sequestrados, torturados e depois executados.

Flavio também teria envolvimento com um atentado ocorrido no último dia 23 de novembro na região. Na ocasião, duas pessoas foram mortas.

As execuções, de acordo com a investigação da polícia paraguaia, podem estar ligadas à vingança ou então a uma investida do (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa brasileira que disputa o domínio do tráfico de drogas na fronteira.

Brasileiro envolvido em assassinato de homens encontrados em cova é preso na fronteira
Mais notícias