Mulher descobriu que esposo estuprava netas ao encontrar pendrive com pornografia

Foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável

Mais um caso de estupro foi registrado em Campo Grande nesta quinta-feira (16) e desta vez, os abusos eram cometidos pelo marido da avó das vítimas, um vigilante de 40 anos de idade, que chegava a armazenar pornografia infantil. Ele foi preso em flagrante e está em uma das celas da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), na Capital.

O caso foi descoberto nesta quinta, quando a avó das crianças encontrou um pen drive na casa, pertencente ao esposo. “Ela estava com as duas netas em casa e pensando se tratar de um pendrive com música, colocou na TV”, explicou a delegada da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Para a surpresa da avó, o pendrive continha imagens de pornografia infantil. “No momento em que as crianças viram as cenas, começaram a chorar”, conta Candotti. Ao serem questionadas, as meninas de 10 e 11 anos de idade, que são primas, contaram que estavam sendo abusadas pelo marido da avó.

As mães registraram boletim de ocorrência e o homem foi preso nesta manhã, em seu local de trabalho. Na ocasião, investigadores da Depca encontraram outras imagens de pornografia infantil no celular do acusado.

A delegada afirmou que não descarta que ele tenha imagens pornográficas das vítimas, netas de sua esposa, armazenadas no celular. O aparelho será periciado. O homem passou pelo Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), onde realizou exame de corpo de delito e está à disposição da Justiça em uma das celas da Derf.

Mais notícias