Atropelada no Silvia Regina está em coma no CTI e com lesão neurológica grave

Ela foi atropelada na noite desta quarta-feira (25) quando atravessava a rua para ir à lanchonete

A mulher de 57 anos que sofreu um acidente e foi atropelada na Vila Silvia Regina, na noite desta quarta-feira (25), está em coma e com lesão neurológica grave na Santa Casa da Capital. Ela está sedada, no CTI (Centro de Terapia Intensiva) e o estado de saúde é considerado grave. Por enquanto, não há indicação de cirurgia por parte da equipe médica.

Segundo informações da Santa Casa, a mulher não pode, por enquanto, realizar cirurgia devido ao quadro ser considerado instável. Ela já havia sido avaliada pela equipe de neurocirurgia e bucomaxilofacial, uma vez que teve traumatismo craniano grave e traumas no rosto.

Arrastada em atropelamento

O atropelamento ocorreu na esquina da Rua Paracatu com a Avenida Capibaribe, no Bairro Silvia Regina. Conforme testemunhas, o condutor de um Fox seguia pela Rua Paracatu, sentido leste-oeste, quando teria passado em alta velocidade na preferencial da Avenida Capibaribe.

O acidente ocorreu logo após o Fox passar pela avenida, onde a mulher atravessava em direção à lanchonete de um parente seu, próximo à esquina. Com o impacto do carro, ela chegou a ser arrastada.

A pedestre sofreu parada cardiorrespiratória e foi reanimada por equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e . Em seguida, foi levada para a Santa Casa.

Testemunhas relataram que o motorista do Fox vomitou após o atropelamento e se recusou a fazer o teste do quando equipes da de Trânsito chegaram ao local. Ele foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Atropelada no Silvia Regina está em coma no CTI e com lesão neurológica grave
Mais notícias