Após trocar nudes, homem é acusado de ‘pedofilia’ e passa a ser extorquido

Advogado disse que vítima enviou fotos para menina menor de idade

Homem de 46 anos morador no Jardim Montevidéu, em Campo Grande, procurou a para denunciar extorsão. Ele teria enviado fotos íntimas para mulheres, porém, foi contatado por um advogado que exige R$ 4 mil para denunciá-lo por ‘pedofilia’. 

Consta no boletim de ocorrência que no último dia 18, adicionou a sua rede de contatos do Facebook duas mulheres. Ele passou a conversar com ambas pelo aplicativo Messenger, ficaram mais próximos e ele então compartilhou o número do .

Uma dessas mulheres entrou em contato, enviou algumas fotos nuas para ele e pediu que ele fizesse o mesmo. Acreditando que de fato estava num bate-papo sensual, o homem enviou. No entanto, no dia seguinte recebeu a ligação de um suposto advogado.

Tal advogado alegava que a pessoa para quem o homem mandou as fotos era menor de idade e que ele poderia ser processado por pedofilia. No entanto, o suspeito dizia que estava aberto a um acordo e passou a exigir R$ 4 mil para não levar o caso adiante.

A vítima passou a receber ligação de outra pessoa, se passando por delegado de do , que exigia R$ 1 mil para não levar a denúncia adiante. O homem chegou a tentar fazer depósito aos suspeitos, mas não conseguiu. O caso é investigado.

 

Após trocar nudes, homem é acusado de 'pedofilia' e passa a ser extorquido
Mais notícias