Preso em Campo Grande, blogueiro bolsonarista é transferido e passa mal na PF em Brasília

Acusado de organizar atos antidemocráticos, o bolsonarista é alvo de inquérito no STF

O blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, que foi preso em Campo Grande na semana passada, passou mal após ser transferido para a Superintendência da , em Brasília. Ele é alvo de inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (), que investiga a organização e financiamento de manifestações antidemocráticas que pediam pelo fechamento da Corte e do Congresso.

De acordo com um registro de ocorrência obtido pelo jornal Correio Braziliense, o blogueiro, que foi preso em Campo Grande após suspeita de fuga, chegou ao local com um de seus advogados.
Ao apresentar problemas de saúde, Eustáquio precisou receber atendimento médico. Inicialmente, a equipe da PF teria acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não havia disponível. Cerca de duas horas depois, o blogueiro foi atendido pelo .
Preso em Campo Grande, blogueiro bolsonarista é transferido e passa mal na PF em Brasília
Mais notícias