Polícia

Três adultos acabaram na delegacia por uso de pipas com cerol em Campo Grande

Após várias denúncias feitas a guarda municipal de que em muitas regiões de Campo Grande estavam sendo usadas pipas com cerol e com linha chilena durante o isolamento social, três pessoas acabaram sendo encaminhadas para a delegacia neste fim de semana. Foram mais de 194 ligações com denúncias do uso dessas pipas o que é […]

Thatiana Melo Publicado em 11/05/2020, às 08h26 - Atualizado às 13h53

Pais também podem ser responsabilizados (Divulgação Guarda Municipal)
Pais também podem ser responsabilizados (Divulgação Guarda Municipal) - Pais também podem ser responsabilizados (Divulgação Guarda Municipal)

Após várias denúncias feitas a guarda municipal de que em muitas regiões de Campo Grande estavam sendo usadas pipas com cerol e com linha chilena durante o isolamento social, três pessoas acabaram sendo encaminhadas para a delegacia neste fim de semana.

Foram mais de 194 ligações com denúncias do uso dessas pipas o que é proibido. A guarda municipal fez uma operação durante três dias na Capital sendo que 316 pipas com linha chilena e cerol acabaram apreendidas pelos agentes em três regiões da cidade, Anhanduizinho, Segredo e Lagoa. Foram abordadas 589 pessoas e três levadas para a delegacia.

Durante as fiscalizações, os guardas municipais ainda abordaram aproximadamente 157 veículos e 44 motoristas notificados, e 16 carros acabaram apreendidos. As fiscalizações aconteceram na sexta, sábado e domingo.

Crime

Soltar pipas com cerol é crime previsto em lei e quem o comete também pode ser enquadrado no artigo 132 do Código Penal, que configura expor a vida ou a saúde dos outros a perigos.

Há também um crime previsto aos pais de crianças e adolescentes que deixam os filhos manusear o cerol, o que consiste em permitir que menores utilizem substâncias perigosas e podem ser responsabilizados a pagar multa no valor de três a 20 salários mínimos.

Jornal Midiamax