Alvo da PF, mulher que fazia contabilidade de facção é presa na Operação Cravada

Operação foi deflagrada para desarticular núcleo financeiro de facção criminosa e cumpriu mandados em MS

A PF () prendeu nesta quinta-feira (30) uma mulher foragida da Operação Cravada, que foi desencadeada para prender integrantes do núcleo financeiro de uma facção criminosa. A Operação foi desencadeada em agosto de 2019 pela PF de Londrina, sendo que mandados foram cumpridos em Mato Grosso do Sul. Na época, a mulher não foi localizada.

Contra ela havia mandado de prisão preventiva e mandado de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal de Piraquara (PR). Ela ocupava função de destaque no setor “resumo da financeira” da organização criminosa.

A mulher, que não teve a identificação divulgada, foi localizada na residência de sua mãe na cidade de Faxinal (PR). Na ocasião, foram apreendidos celulares, chips e documento falso.

A Operação Cravada foi deflagrada no dia 6 de agosto de 2019, com o objetivo de desarticular núcleo financeiro de facção criminosa responsável pelo recolhimento, gerenciamento e emprego de valores para financiamento de crimes nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, , Roraima, e .

Alvo da PF, mulher que fazia contabilidade de facção é presa na Operação Cravada
Mais notícias