Adolescentes mataram professor com 15 facadas e jogaram corpo no mato

Suspeitos confessaram que marcaram encontro com a vítima pelo celular

A Polícia Militar de Aparecida do Taboado, a 457 quilômetros de Campo Grande, apreendeu na segunda-feira (06) dois adolescentes suspeitos do assassinato do professor aposentado Amarildo Rossi, de 57 anos, após combinarem um encontro pelo WhatsApp. A vítima foi golpeada com aproximadamente 15 facadas e teve o corpo jogado no mato.

O caso foi descoberto por volta das 7 horas, quando testemunhas acionaram a polícia denunciando haver corpo de um homem perto de uma cerca na beira da estrada que dá acesso à granja do município. No local, foi constatado que a vítima se tratava do professor. A Polícia Civil colheu informações junto com a perícia.

Em seguida, a PM foi informada que o automóvel da vítima, modelo GM Celta, havia sido encontrado abandonado na Vila Barbosa. Após checagens, quando retornavam ao pelotão, os policiais receberam a notícia que dois adolescentes, ambos com 14 anos, tinham se apresentado à unidade e confessado o crime. Eles foram acompanhados pelo Conselho Tutelar.

Os dois deram detalhes a respeito do crime, mostraram onde estavam as roupas e a faca usada e explicaram que mataram o professor na noite de domingo, após terem combinado encontro por WhatsApp. Mensagens encontradas pela polícia confirmaram a versão. A dupla foi encaminhada à Polícia Civil e os motivos do crime ainda não foram divulgados.

Adolescentes mataram professor com 15 facadas e jogaram corpo no mato
Mais notícias