Acusado de matar conhecido a facadas em churrasco já tinha quebrado o braço da própria mãe

Ela chegou a pedir medida protetiva e disse que ele é violento

Rapaz de 20 anos acusado de assassinar Hernandes Sergio da Silva, de 30 anos, na madrugada de domingo (12), já tinha agredido a própria mãe. Ele foi agredido por um grupo de pessoas após cometer o crime e levado para a em estado grave.

A mulher contou que há aproximadamente 3 meses pediu medida protetiva contra o filho, porque foi agredida por ele. Ainda segundo ela, o rapaz fraturou o braço da mãe e é muito violento, além de fazer uso de entorpecentes.

Segundo testemunhas informaram à , vítima e autor do crime participavam de um churrasco e bebiam. Em determinado momento, Hernandes perguntou ao rapaz onde estavam as filhas dele e ele se irritou. A partir daí, ele chamou a vítima de pedófilo e sacou a faca que levava na cintura.

Foi com a arma branca que o rapaz atingiu Hernandes com vários golpes. Em seguida, o rapaz fugiu, mas foi agredido por um grupo de pessoas e socorrido pelo , levado para a com vários cortes e ferimentos graves.

Com isso, o rapaz responderá pelo homicídio, mas não foi possível precisar quem foram os autores da tentativa de homicídio contra ele. O suspeito permanece sob escolta policial na e a assessoria do hospital não tem permissão de informar o estado de saúde por causa desta condição.

Acusado de matar conhecido a facadas em churrasco já tinha quebrado o braço da própria mãe
Mais notícias