‘Acerta comigo ou boto fogo na pessoa’: homem ameaça clientes que devem e caso acaba na delegacia

'Na hora que eu chegar aí e você ver seus filhos filhos queimando vai aprender com quem está mexendo', diz homem em mensagens

Uma mulher de 48 anos procurou a delegacia de Polícia Civil em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande, após ser ameaçada por um homem, com quem possui uma relação comercial há cerca de três meses. A mulher relatou que por conta da de coronavírus não conseguiu quitar a dívida com ele e então o homem passou a fazer ameaças de que atearia fogo nela, caso não realizasse o .

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher possui uma relação comercial há cerca de três meses e por conta da crise provocada pela , não teve condições de quitar a dívida. Devido a isso, passou a receber mensagens pelo WhatsApp, onde o homem faz a cobrança da dívida e profere ameaças. “Você quer resolver essa coisa numa boa ou quer que eu vou atras de você e meto fogo na sua casa”, descreve as mensagens.

O homem também afirma que vai atear fogo na mulher e nos filhos dela. “Eu estou dando duas opções para minhas clientes, ou acertar comigo numa boa ou eu boto fogo na pessoa. Na hora que eu chegar aí e você ver seus filhos filhos queimando na sua frente você vai aprender com quem está mexendo”.

A mulher, temendo pela vida dos familiares, procurou a delegacia de Polícia Civil, onde apresentou as mensagens com as ameaças. O caso foi registrado e será apurado pelas autoridades iais.

'Acerta comigo ou boto fogo na pessoa': homem ameaça clientes que devem e caso acaba na delegacia
Mais notícias