Vizinhos acionam PM por causa de gemidos altos e policiais são atendidos por mulheres suadas em MS

Fato acontece diariamente, até que moradores decidiram registrar queixa contra mulheres

Uma tarde barulhenta terminou com a presença da Polícia Militar na última terça-feira (15) em uma residência na cidade de Cassilândia, a 430 quilômetros de Campo Grande. Um homem registrou queixa contra duas mulheres que estavam fazendo sexo e incomodando a vizinhança da área central da cidade. O fato, conforme os moradores, acontece diariamente.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a equipe da PM foi acionada pelos vizinhos informando que duas mulheres estavam fazendo muito barulho com os gritos e gemidos durante o ato sexual. Também relataram que o barulho poderia ser ouvido até para quem morava no final da quadra.

Os policiais foram até a casa e afirmaram que ainda dentro da viatura conseguiam ouvir os gritos e gemidos. A equipe chamou no portão da residência e a proprietária da casa atendeu ao chamado, aparentando estar suada, conforme o boletim de ocorrência. A mulher então afirmou que estava fazendo sexo com sua namorada.

Conforme a PM, ela foi orientada para diminuir o barulho, porque estava incomodando os moradores da região e também foi informada que um dos vizinhos estava formalizando a queixa.

Este mesmo vizinho relatou que as mulheres fazem barulho diariamente, durante o período de dia ou noite, e também disse que se ouve barulhos mesmo com o filho de uma das mulheres na casa. O caso foi registrado da Delegacia de Polícia de Cassilândia como perturbação do sossego alheio.

Mais notícias