VÍDEO: Seguranças são flagrados espancando rapaz e o acusam de furto

Rapaz estava com namorada e foi abordado por seguranças no cais

Um jovem de 22 anos, que terá a identificação preservada, foi espancado por seguranças de uma empresa privada na madrugada do último domingo (8) na cidade de Porto Murtinho, a 454 quilômetros de Campo Grande. Um grupo que estava próximo ao local registrou a ação dos seguranças com um celular.

A vítima estava com a namorada, nas proximidades do cais do Porto, quando o casal foi surpreendido pelos seguranças. O rapaz foi derrubado e espancado, sendo que não teve possibilidade de reagir as agressões.

Nas imagens é possível ouvir gritos dizendo: “você vai morrer, você furtou a residência do meu sogro”. Em outro trecho da gravação é possível ouvir o guarda pedindo para o comparsa passar a “arma” que estaria com o chefe da segurança.

Em conversa com um dos garotos que fez o registro da agressões, de acordo com a Rádio Alto Paraguay, ele contou que após fazer o vídeo, teve que sair correndo porque os guardas saíram em sua direção para tomar o celular. Moradores de Porto Murtinho denunciam que os seguranças fazem ‘papel de polícia’ na cidade.

Homicídio

No mês de junho um dos guardas atirou e matou o trabalhador braçal Anastácio Mesa, 37 anos. O crime teria acontecido após uma discussão da esposa de Anastácio com a vizinha.

A mulher da vítima teria começado uma discussão com a vizinha depois que uma galinha teria entrado no quintal de sua casa. Um segurança da empresa teria feito um disparo que atingiu a parte de trás da cabeça de Anastácio saindo pelo olho. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu.

Horas depois do crime, o autor foi preso e a arma usada foi encontrada em uma caixa de esgoto. O segurança acusado foi liberado pela Justiça no final do mês de agosto para responder pelo homicídio em liberdade.

#Porto Murtinho Precisa Saber! Outro escândalo na fronteira. Seguranças da empresa MG Segurança que prestam serviço para prefeitura de Porto Murtinho foram filmados espancando um garoto na madrugada deste domingo no município. O fato ocorreu na madrugada deste último Domingo dia 8. O casal estava nas proximidades do cais do Porto, quando foram surpreendidos pelos vigias que chegaram e deram início as agressões – mesmo sem reagir ao ataque a vítima foi derrubada e espancada pelos vigilantes que ultilizava de cassetete. Um grupo de garotos que estava na parte baixa do Dik de proteção da cidade, filmaram a ação dos guardas. Em conversa com um dos garotos que fez o registro da agressões – ele contou que após fazer o vídeo, teve que sair correndo, por que os guardas saíram em sua direção para tomar seu celular e dizendo que ele iria se ver com eles (os guardas). Nas imagens é possível ouvir gritos dizendo: Você vai morrer, você furtou a residência do meu sogro. Em outro trecho da gravação é possível ouvir o guarda pedindo para o comparsa passar a "arma" que estaria com o chefe da segurança. O garoto agredido foi identificado sendo "Nathanael" segundo os garotos que presenciou as agressões, a vítima ficou com vários hematomas pelo corpo. Ele seria morador no bairro Salim Cafure. Essa não é a primeira vez que os vigias fazem papel de Polícia município. Algumas das vítimas já buscaram ajuda da Polícia, mas as denuncias se emperra na comarca do município. No mês de junho um dos guardas identificado sendo Ademir Rolon matou com um tiro na nuca, o trabalhador braçal Anastácio Mesa de 37 anos. Ademir Rolon foi preso em fragrante e após passar um tempo na prisão foi liberado pela justiça no final do mês de Agosto para responder pelo homicídio em liberdade.As imagens chocaram a população que comentou o episódio ocorrido em Porto Murtinho.

Publicado por Edicarlos Oliveira em Terça-feira, 10 de setembro de 2019

Mais notícias