Vendedora de espetinhos foi assassinada a facadas por ‘Coringa’

Foi esfaqueada no queixo, testa e pernas

A polícia da cidade de Rio Brilhante – a 158 quilômetros de Campo Grande – prendeu na noite deste domingo (14), Nilvacir Lúcio Cândido de 27 anos, conhecido como ‘Coringa’ pelo assassinato de Marcelina Robles Cardoso, de 55 anos, morta a facadas.

Nilvacir foi preso horas depois de cometer o assassinato sendo levado para a delegacia, onde confessou ter matado Marcelina para roubar um aparelho de DVD, um aparelho de som e um celular. Antes de matar a facadas a vítima, eles mantiveram relações sexuais, e por isso, Marcelina foi encontrada nua em sua casa.

Na noite do dia 13 de abril, três homens e uma mulher foram vistos na casa de Marcelina, onde ela comercializava espetinhos e bebidas alcoólicas, sendo que dois homens e a mulher foram embora, e apenas, ‘Coringa’ havia ficado entrando na residência na companhia da vítima.

Após manter relação sexual com Marcelina, Nilvacir esfaqueou a vítima no momento em que ela teria ido tomar banho, nas pernas, mãos, queixo e testa para roubar dinheiro, mas como não encontrou ao revirar a casa, levou o celular, aparelho de som e DVD, segundo o site Rio Brilhante em Tempo Real.

Os objetos roubados por ‘Coringa’ foram encontrados na casa dele. Nilvacir tem passagens por roubo, furto, receptação e tráfico de drogas.

 

 

 

 

 

Mais notícias