Motorista diz que levou gravata e foi roubado por travestis após ‘parar para conversar’

Homem disse que parou carro achando que eram mulheres

Um homem de 49 anos procurou a delegacia de polícia de Campo Grande, na noite desta terça-feira (15) depois de ser assaltado por duas travestis, na Vila Progresso. Ele teve dinheiro, celular e aliança levados pelas travestis.

Informações do boletim de ocorrência são de que o assalto aconteceu por volta das 22 horas desta terça (15), quando a vítima estava transitando com seu veículo pelo bairro e parou para falar com a travesti achando que era uma mulher. Quando abaixou o vidro, a travesti o segurou pelo pescoço.

Em seguida, uma outra travesti teria aparecido e aplicado uma gravata, além de dar choques na vítima com um aparelho. O homem contou que conseguiu se desvencilhar das autoras e fugir em direção ao Corpo de Bombeiros do bairro para pedir ajuda. Ele não soube dizer sobre as características das travestis.

Mais notícias