Traficante brasileiro é extraditado da Bolívia e entregue a autoridades de MS

Foi preso usando documentos falsos

O brasileiro Anilson Nery, 37 anos, conhecido como ‘Rei’, foi extraditado da Bolívia e entregue a autoridades de Corumbá, distante cerca de 429 km de Campo Grande, nesta sexta-feira (28). Ele estava foragido há anos, condenado por homicídio e tráfico de drogas no Brasil. No país de fronteira, ele foi preso usando documentos falsos.

Foto: Divulgação PF.

A localização de Anilson foi resultado da colaboração e troca de informações entre a PF (Polícia Federal) e a FELCN (Força Especial na Luta contra o Narcotráfico), com cooperação bilateral entre os países. Anilson foi localizado em Santa Cruz de La Sierra e foi expulso da Bolívia.

Conforme as informações da PF, outro brasileiro – que terá a identidade preservada – acompanhava Nery e também foi expulso por estar irregularmente na Bolívia. Contra ele não havia mandado de prisão, sendo liberado.

Extraditado, Anilson foi encaminhado ao sistema penitenciário em Corumbá, onde permanece à disposição da justiça.

Mais notícias