Tapa no rosto acaba com homem assassinado esfaqueado no peito

Autor foi preso horas depois do crime

Foi preso na noite deste domingo (30), em Aral Moreira – a 402 quilômetros de Campo Grande – Eduardo Alison Cardena de 26 anos, acusado de matar esfaqueado Eber Gustavo Romeiro, de 26 anos. Todos estavam bebendo em uma residência, quando aconteceu o assassinato.

O crime aconteceu depois de uma bebedeira. Eber teria desferido um tapa no rosto da irmã de Eduardo alegando que a mulher estava tentando arrumar outros homens para sua namorada. Houve uma discussão entre os homens, sendo que o autor foi embora voltando minutos depois armado com uma faca.

Eduardo voltou a residência armado com uma faca desferindo dois golpes contra o peito de Eber que acabou morrendo antes de ser socorrido. O autor fugiu em seguida com a ajuda de outra pessoa, que está foragida e é procurada pela polícia.

Segundo o site Porã News, Eduardo foi encontrado escondido em uma residência e depois de buscas feitas pela polícia foi encontrado e levado para a delegacia.

Tapa no rosto acaba com homem assassinado esfaqueado no peito
Mais notícias