Suspeito comprou lote de roupas furtadas, mas não tem dinheiro para pagar fiança

Jovem de 20 anos é investigado por envolvimento em furto de loja

A Polícia Civil de Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, prendeu na tarde de segunda-feira (18) um rapaz suspeito de participar do furto de uma loja de roupas da cidade. Com ele foram encontradas 50 peças de camisas e calças.

Durante investigações, os policiais descobriram que o jovem estava com os objetos. Ao ser abordado, ele afirmou ter adquirido a mercadoria em um grupo de WhatsApp e que nada a tinha a ver com o furto. Ele foi preso por receptação e, apesar do poder aquisitivo para a suposta compra, ainda não pagou fiança de um salário mínimo, e segue preso.

De acordo com o delegado Tiago Passos, responsável pelas investigações, o rapaz tem passagens, quando adolescente, por homicídio qualificado, tentativa de latrocínio, roubo e furto. Além dele, foi preso um homem de 30 anos que há três semanas furtou um celular em frente à Câmara Municipal de Brasilândia. Ele também segue preso por receptação.

Mais notícias