Suspeita de overdose: bebê ingeriu cocaína sólida que pertencia à mãe

Bebê é atendido na Upa e polícia investiga

O bebê de um ano que deu entrada na Upa (Unidade de Pronto Atendimento) com suspeita de overdose, teria ingerido cocaína sólida que pertencia à mãe dele, uma jovem de 22 anos de idade. O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira (21) na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com as informações da polícia, a mãe é usuária de droga e estava em casa na companhia do filho de um ano e uma amiga. “Ela contou que o entorpecente estava na bolsa. Assim que viu a cocaína na boca da criança, tirou imediatamente”, afirmou o delegado Eliel Raimundo Alves, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados.

Poucos minutos depois, a criança começou a passar mal. “A mãe levou a Upa e informou que a criança ingeriu parte da substância, foi quando as autoridades foram acionadas”, explica o delegado. A Guarda Municipal esteve na unidade de saúde, registrou o boletim de ocorrência e a Polícia Civil também foi acionada.

A criança foi medicada e o quadro clínico é considerado estável, sendo que não foi constatada overdose.

A mãe da criança prestou depoimento na delegacia, onde assinou um termo de compromisso para comparecer ao judiciário quando intimada e depois foi liberada pelo delegado. Ela será indiciada pelo crime de portar drogas para uso pessoal e lesão corporal culposa, por causa da negligência constatada.

Mais notícias