Publicidade

Soldado do PCC oferece dinheiro a policial durante fuga de hospital, mas é levado para a prisão

Taxista que daria fuga foi preso

Foi levado novamente para a prisão Carlos Javier Nogueira Barrios de 24 anos, integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que está preso em Tacumbú, no Paraguaia. Na última sexta-feira (5), ele tentou fugir do hospital.

O preso foi levado na última segunda-feira (1º) para uma cirurgia programada, sendo que no dia 5 teria pedido para o guarda que fazia a sua escolta para caminhar depois do jantar para fazer a digestão. Foi permitido a caminhada, assim como, o guarda teria deixado com Carlos o celular que a mãe dele havia lhe dado.

Durante a caminhada o preso tentou fugir e foi flagrado já dentro de um táxi se preparando para a fuga, que foi detido por outro guarda que estava na porta do hospital. No celular, que estava com o integrante da facção várias mensagens foram descobertas.

Em uma das mensagens, ele dizia que se não conseguisse fugir ‘irmãos’ da facção iriam resgatá-lo armados com espingardas. O taxista foi preso suspeito de participar do plano de fuga de Carlos, segundo o site ABC Color.

Carlos foi condenado a 12 anos de prisão por roubo. Em 2017, ele já teria tentado fugir de outro hospital.

 

 

 

Mais notícias