Servidor público receptava, armazenava e distribuía agrotóxicos furtados

Suspeito foi preso pela Polícia Civil e responde por crime ambiental

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (27), em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, por suspeita de de receptar e distribuir agrotóxicos furtados na região. Os produtos, que eram usados em plantações de eucalipto e cana de açúcar na região, estavam armazenados irregularmente na casa do investigado, de 47 anos.

Em maio do ano passado, ele foi preso em flagrante transportando várias caixas de defensivos agrícolas. Durante as investigações, foi descoberto que ele mantinha um depósito de produtos furtados na cidade de Paulicéia (SP).

Em buscas no local, casa da namorada do investigado, foram apreendidos vários defensivos agrícolas. A carga apreendida na ocasião se tratava de produto de quatro furtos diferentes ocorridos na região. 

Ainda em 2018 a Polícia Civil descobriu um segundo depósito de defensivos, onde foram apreendidos, além de herbicidas e outros insumos, munições para armas de fogo. Apurou-se que a casa onde o material estava apreendido estava sob responsabilidade do servidor.

Nesta sexta-feira, última fase da investigação, a Polícia Civil executou um mandado de busca na casa do suspeito, apreendendo defensivos avaliados em aproximadamente R$ 10 mil. Ele foi autuado em flagrante por crime ambiental. Os Investigadores apuram a origem do material apreendido.

Mais notícias