Sentenciado pelo ‘tribunal do crime’, pintor é salvo pela PM

Dois adolescentes foram apreendidos por participarem do crime

O pintor Ronildo Franco Soares foi salvo pela equipe da Polícia Militar após ser sentenciado de morte pelo do (Primeiro Comando da Capital), em Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande. Dois adolescentes de 14 e 15 anos faziam parte do grupo criminoso e foram apreendidos.

Ronildo seria usuário de drogas e foi sentenciado após o desaparecimento de duas pedras de crack, que estavam escondidas em uma praça do bairro São Bento.

O pintor foi cercado pelo grupo nessa praça na noite do último dia 21 de novembro, que cobrou a localização da droga. Como não sabia da localização, foi feita uma videochamada, quando a sentença de morte teria partido de Renato Souza Silva, o Oclinhos, um dos chefes do , que está preso.

No entanto, antes de cometerem o crime, a Polícia Militar chegou ao local. Dois adolescentes foram apreendidos e os outros três envolvidos no crime conseguiram fugir.

Sentenciado pelo 'tribunal do crime', pintor é salvo pela PM
Mais notícias