Repositor vai para presídio e garota que era estuprada por ele ficará com tia

Garota era estuprada a cerca de 1 ano pelo tio

O repositor de 45 anos preso por estuprar a sobrinha de 13 anos de sua esposa, já foi encaminhado para o presídio e o inquérito encerrado sendo encaminhado para o MPMS (Ministério Público Estadual), segundo a delegada Anne Karine da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Segundo a delegada há indícios de que a garota era estuprada a pelo menos 1 ano pelo homem. Em depoimento a adolescente havia dito que os abusos teriam acontecido há 1 mês, mas a delegada acredita que por vergonha e medo da tia, a vítima acabou mentindo sobre o tempo em que era estuprada pelo repositor.

A descoberta do crime aconteceu depois que a garota contou a uma amiga da escola, que era estuprada pelo tio durante a noite enquanto todos dormiam. A amiga, então, avisou a um professor que relatou o caso a direção da escola. O Conselho Tutelar foi acionado junto da polícia.

Os estupros aconteciam quando todos na residência estavam dormindo, no mesmo quarto. A adolescente contou que ela e o primo estavam dormindo no quarto do casal, em um colchão para aproveitar o ar-condicionado por causa do calor, e que a última vez que o marido da tia havia a estuprado teria sido na noite do dia 17 de outubro, quando passou as mãos nas partes íntimas da garota.

Quando foi preso, o homem acabou confessando o crime. Para a polícia, a mulher contou nunca perceber nenhum tratamento estranho do marido em relação a sobrinha, que mora com eles depois da prisão dos pais por tráfico de drogas.

Mais notícias