Jovem é preso depois de ajudar a mãe a se separar de agressor

Agressões eram constantes e ele já tinha sido denunciado

Na terça-feira (8), rapaz de 27 anos foi detido em flagrante suspeito de tentar matar o padrasto a tiros no Jardim Batistão, em Campo Grande. A denúncia aconteceu após o rapaz levar a mãe dele para registrar boletim de ocorrência contra o namorado depois de ter sido agredida.

Conforme a Polícia Militar, equipe foi chamada para ir até a casa do homem no Jardim Batistão e ele contou que o enteado teria ido até o local e os dois discutiram. Segundo ele, o rapaz saiu e atirou duas vezes por cima do portão, utilizando um revólver calibre 38 e ferindo o homem no braço.

Os militares fizeram buscas pelo suspeito, que tinha saído do local em um Gol preto e ele foi encontrado no Universitário. O rapaz contou então que o namorado da mãe tinha agredido a mulher naquela manhã e ela chamou a polícia, mas foi orientada a ir até a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) para fazer boletim de ocorrência.

Ele levou a mãe até a delegacia e depois foi até a casa do agressor para buscar os pertences da vítima, quando o homem teria jogado um martelo contra ele. O rapaz nega que tenha atirado na casa e também não foi encontrado revólver com ele. Ele ainda contou para a polícia que o homem tem várias passagens, inclusive por homicídio, e já foi denunciado pela mulher várias vezes.

Ainda conforme o rapaz a mãe tem medida protetiva contra o namorado e ele fazia ameaças para que ela não terminasse o relacionamento. Ele foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga e o caso é tratado como homicídio simples na forma tentada. O rapaz passa por audiência de custódia nesta quarta-feira (9) que define se continuará preso.

Mais notícias