Presos de MS integravam quadrilha que transportava drogas pelo Rio Paraná

Grupo agia há cerca de um ano, usando embarcações entre os estados de MS, Paraná e São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo desencadeou, nesta quarta-feira (3), a Operação Puçá, que mira uma quadrilha que transporta drogas pelo Rio Paraná. Oito homens e uma mulher foram presos em Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, também 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. A quadrilha usava o transporte fluvial para levar drogas entre os estados.

Com o apoio de policiais civis de Mato Grosso do Sul, os mandados foram cumpridos em Batayporã e Nova Andradina. Além de mandados em Nova Londrina (PR), São Pedro do Paraná (PR), Paranavaí (PR), Bauru (SP) e Rosana (SP).

A investigação apontou que a organização utilizava o transporte de entorpecentes pelo Rio Paraná no período noturno. Conforme a Polícia Civil, o grupo criminoso recebia os pagamentos em dinheiro e drogas, pelo transporte. Eles agiam há cerca de um ano e meio com essa logística, usando embarcações entre os estados de MS, Paraná e São Paulo.

O grupo era organizado e mantinha uma estratégia, até com divisão de tarefas, para não serem flagrados durante os percursos. Eles realizavam, em média, duas travessias pelo rio por mês.

A investigação começou há oito meses. A quadrilha é investigada por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Todos os mandados foram cumpridos e os de prisão, podem ser prorrogados.

Mais notícias