Preso último acusado de decapitar jovem de facção rival em MS

Foi decapitado e teve morte filmada

A Polícia Militar prendeu, na noite desta terça-feira (23), Mateus dos Santos Alves, 23 anos, conhecido como Arcanjo. Ele é um dos quatro acusados de participar do assassinato de Gerson Surubi Arteaga, 24 anos, em fevereiro deste ano na cidade de Corumbá – distante 444 km de Campo Grande. Os autores fizeram um vídeo no qual mostram o momento do crime com requintes de crueldade.

Vítima foi morta por briga de facções. (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)

Mateus dos Santos foi encontrado em uma casa na parte alta de Corumbá, onde estava escondido desde a data do crime. Mateus foi levado para a 1ª delegacia de Polícia Civil da cidade, onde se encontra à disposição da Justiça.

Os outros três envolvidos já foram presos em maio deste ano. Crisavano Castedo de Souza, conhecido como ‘Véio’, Douglas da Silva Oliveira de 26 anos, o ‘Maverick’ e Robermauro Mercado Rocha de 22 anos, o ‘Maurinho’. Todos eram integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e teriam assassinado Gerson que era do CV (Comando Vermelho) em uma disputa de território.

No vídeo feito pelos acusados, Gerson aparece sentado em umas pedras com as mãos amarradas e a boca amordaçada. Os autores usam facas e facões, fazem gestos para a câmera ameaçando a vítima. Mais de uma pessoa grava a decapitação. O corpo foi localizado por um homem que catava lenha, em uma área de vegetação, afastado de residências da cidade, na manhã do dia 2 de fevereiro deste ano. No mesmo dia, familiares fizeram o reconhecimento da vítima.

Mais notícias