Preso durante operação Breaking Bad foi flagrado com pistola em casa

Durante depoimento preferiu se calar

Passa por audiência de custódia nesta quarta-feira (18), em Campo Grande, Rodrigo da Silva de 37 anos, preso nesta terça-feira (17) durante a deflagração da Operação Breaking Bad, contra organização criminosa no narcotráfico.

Ele foi preso em sua residência, na Vila Margarida. Na casa os policiais encontraram uma pistola e várias munições. Rodrigo, que se disse comerciante varejista preferiu ficar calado durante seu depoimento ao ser levado para a delegacia, não respondendo os motivos pelos quis tinha uma pistola em casa. Ele passa por audiência de custódia nesta quarta (18), onde deve ser determinada ou não a sua prisão preventiva.

A operação Breaking Bad foi deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), para o cumprimento de mandados contra organização criminosa no refino de cocaína e pasta base. Foram 18 mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão.

Foram cumpridos mandados na Capital, em Corumbá, Ladário, Três Lagoas, Ribas do Rio Pardo, além de Birigui e Campinas, no estado paulista. As investigações tiveram início em abril deste ano. Informações do Gaeco apontam que o grupo trazia cocaína e pasta-base da cidade de Corumbá, na fronteira com a Bolívia, para a Capital.

Na residência de um dos investigados, foi montado um laboratório onde a droga era misturada a outros componentes químicos para então ser comercializada no mercado varejista de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Mais notícias