Presa por participar de assassinato de adolescente, jovem já matou 2 em assentamento

Quatro foram presos por participação em assassinato

Tauanny dos Santos, 27 anos, envolvida no assassinato de Danielle Pereira de Magalhães, 17 anos, na madrugada da última segunda-feira (2) em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, também participou de um latrocínio ocorrido no Assentamento Urucum, em Ladário, que resultou na morte de duas pessoas, conforme informações da polícia.

Tauani e outros três homens foram presos pelo crime. André Benites Chimenes conhecido como ‘Já Vai’, Sebastião dos Santos Avelar, o ‘Pele’, também Flávio Elias Magalhães conhecido como ‘Flavinho’. Está foragida Ellen Nara Martins Romeiro, chamada de ‘Dominique’.

Na delegacia de Polícia Civil, Tuanny contou que foi a responsável por levar Danielle até a casa de André, a pedido do seu companheiro Flávio. No local, a adolescente seria julgada pelo ‘tribunal do crime’ do PCC (Primeiro Comando da Capital), já que seria de facção rival, o CV (Comando Vermelho).

Após a radiação (julgamento realizado por telefone, pelo tribunal do crime), Danielle foi morta pelo bando. Flavio Sebastião e André seguraram a vítima para que ‘Dominique’ a esfaqueasse no pescoço.

A Polícia Civil chegou até Dominique após acessar o celular de ‘Mata rindo’, preso recentemente na cidade. No aparelho do preso havia cadastros de mulheres da facção criminosa, onde a polícia conseguiu descobrir informações de Ellen. A Polícia Civil pediu a prisão temporária por 30 dias dos envolvidos, também mandado de busca e apreensão em endereços para apreender as armas usadas no crime.

Mais notícias