Em liberdade, policial preso na operação ‘Narco 060’ volta ao trabalho

Operação prendeu três policiais militares e o investigador da Polícia Civil

Foi determinada a retomada ao trabalho do investigador da Polícia Civil, Walmir Rodrigues Leandro, preso em agosto de 2018 depois da deflagração da Operação ‘Narco 060’. Ele teve a liberdade concedida pela Justiça no dia 8 deste mês.

O Diário Oficial desta sexta-feira (12) traz a revogação do afastamento compulsório do policial, que deve retomar as suas atividades, após seu alvará de soltura ser expedido pela Justiça, no dia 8 deste mês.

A operação foi deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), no dia 18 de agosto de 2018, onde cumpriu 25 mandados de prisão preventiva e 26 mandados de busca e apreensão nos Municípios de Campo Grande, Jardim, Bela Vista e Goiânia (GO). As investigações duraram um ano, e identificaram dois núcleos criminosos diferentes sendo que um foi estabelecido em Bela Vista e outro em Jardim.

Ambos contavam com o auxílio de três policiais militares e um investigador da Polícia Civil, cuja participação era indispensável para o êxito das atividades criminosas. Durante o período de investigação, foi realizada a apreensão de 6.613,50 kg de maconha, 60 gramas de haxixe e 400 gramas de pasta base de cocaína, além de veículos e armas de fogo, pertencentes aos grupos criminosos.

Mais notícias