Policiais Civis de MS anunciam protesto com paralisação do registro de ocorrências

Policiais civis de Mato Grosso do Sul paralisam as atividades nesta terça-feira (25), a partir das 8 horas, atendendo à deliberação da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis). Durante o período, não serão registrados boletins de ocorrência e nem feitas investigações.

De acordo com o Sinpol-MS (Sindicato Estadual dos Policiais Civis), serão feitas somente prisões em flagrante e atendimento a crimes graves. Não haverá nenhuma diligência ou registro nas delegacias e unidades periciais. Em Campo Grande, os servidores se reúnem na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro.

No interior do Estado, a concentração será em frente às respectivas delegacias regionais. “Queremos que a Reforma da Previdência seja justa para os policiais civis. Temas como a pensão, o período de transição e o regime para os policias mais jovens têm que ser debatidos. Também queremos os mesmos regramentos das forças armadas já que desempenhamos atividade de risco no combate ao crime”, frisou Giancarlo Miranda, presidente do Sinpol-MS.

Mais notícias