Polícia investiga causas de ferimentos de homem encontrado morto em represa

O corpo tinha possível dilaceração na genitália

A Polícia Civil investiga as causas da morte do homem que teve o corpo encontrado em uma represa na tarde desta sexta-feira (22), em Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande. O corpo tinha alguns ferimentos e aparentemente tinha dilaceração na genitália.

No entanto, o delegado Daniel Wollz Marques, responsável pelo atendimento da ocorrência, preferiu manter sigilo e disse que somente laudo necroscópico vai revelar as causas da morte. “Pode ter havido agentes naturais”. O boletim de ocorrência foi registrado como morte a esclarecer.

“Fomos para o local e imediatamente iniciamos as investigações sobre o ocorrido. Não vamos divulgar informações sobre detalhes do fato, para não atrapalhar as investigações e esperamos o resultado das análises da perícia”, limitou-se a dizer o delegado.

Conforme já noticiado, moradores da região encontraram o corpo boiando na represa que fica às margens da BR-267. O homem estava aparentemente nu e ainda não foi identificado. A Polícia Civil, não confirma, mas não descarta que a vítima tenha sido assinada.

Mais notícias