Polícia indicia dois por furto de aparelho auditivo de criança especial

A Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) indiciou Ademir Ferreira de Sousa Júnior, de 21 anos, e Anderson Rodrigues Torres, de 29 anos, pelo furto a uma residência localizada no bairro Nova Lima, em Campo Grande, de onde foram levados vários objetos e um aparelho auditivo de R$ 150 mil de um menino de cinco anos.

Vários objetos da vítima foram recuperados, e as buscas pelo aparelho utilizado pela criança continuam. Ademir, o único preso, na segunda-feira, alegou ter dispensado o aparelho no córrego Anhanduí. Ele estava em um veículo Fiat Palio na Avenida Presidente Ernesto Geisel e a suspeita é de que estava se preparando para cometer outros furtos.

Ademir disse ter achado que o implante seria um conversor de televisão, mas quando percebeu que não era resolveu jogar o objeto no córrega. Uma televisão e um aparelho de som levados da residência foram encontrados em uma casa, no bairro Guanandi. O dono da residência não foi localizado.

Para o delegado Fábio Brandalise, a história de ter jogado o aparelho no córrego não é verdadeira. Ele acredita que com a repercussão que gerou o furto do implante, na realidade, Ademir acabou se assustando e destruindo o objeto. No entanto, a polícia segue com as buscas pelo dispositivo.

Mais notícias