Publicidade

Polícia encontra faca jogada na rua perto de onde vendedor foi morto

nenhuma linha de investigação é descartada

Janela do comércio arrombada. Foto: Marcos Ermínio

Durante investigações, a Polícia Civil encontrou uma faca jogada em via pública aproximadamente 400 metros do local onde o corpo de Valério Encina, 47 anos, foi encontrado. Ainda não há informações se a arma branca seria a mesma usada para golpear o vendedor.

Conforme informações do delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, José Roberto de Oliveira Junior, a faca irá passar por perícia. “Não é certo que a faca seja a mesma usada no crime”, comenta.

O delegado disse ainda que a polícia já tem uma linha de investigação, porém irá manter em sigilo.

Outro crime próximo

Um comerciante de 66 anos informou ao Jornal Midiamax que seu bar que fica uns 500 metros do local onde o corpo foi encontrado foi furtado nessa madrugada. Ele contou que por volta das 1h30 arrombaram a janela de seu estabelecimento comercial.

Um guarda que faz a ronda ela região viu que a janela estava quebrada e ligou para o comerciante por volta das 3h30 da madrugada. “É a terceira vez que sou assaltado em menos de cinco meses, das outras vezes entraram pelo telhado” conta. Os prejuízos deste furto contabilizam mais de R$ 2 mil.

Casa abandonada usada por usuários de drogas. Foto: Marcos Ermínio/ Midiamax

O comerciante disse ainda que nas proximidades há uma casa abandonada usada por usuário de drogas e que outros comerciantes reclamam desse ajuntamento de usuários na região.

Em contato com o delegado José Roberto, a princípio esse aso não teria ligação com a morte, mas não será descartado. “Essa não é a linha (investigação), mas vamos apurar. Não podemos descartar”.

Morto com 14 facadas

Valério Encina teria sofrido 14 golpes de faca após ter ido até uma conveniência para comprar bebidas alcoólicas. Ele tentou fugir em seu veículo, porém, provavelmente devido à gravidade dos ferimentos, Valério teria perdido o controle do carro e morrido no local.

O socorro foi acionado após um motorista de Uber passar pela via e constatar que o carro estava sobre a calçada. Ao notar que havia um homem ensanguentado no carro, ele acionou o Samu, que já encontrou a vítima sem vida.

A polícia foi acionada e verificou que documentos pessoais, carteira e bens de valor encontravam-se no veículo, o que pode descartar a hipótese de roubo. A perícia constatou que a vítima sofreu 14 golpes de faca no tórax, braço, pescoço e rosto.

Mais notícias