PMA autua paranaenses em R$ 13 mil por perfurar poço sem licença e incêndio de vegetação

A PMA (Policia Militar Ambiental) de Batayporã autuou o proprietário de uma fazenda, localizada à margem da rodovia BR 267, no município de Nova Alvorada do Sul e um arrendatário de uma parte da propriedade, por infrações ambientais. O proprietário da fazenda (67) foi autuado por perfurar um poço superior a 50 metros de profundidade, sem a licença ambiental do órgão competente.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil e a atividade foi paralisada até a regularização junto ao órgão ambiental. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a seis meses detenção.

Na mesma propriedade, um agricultor que arrenda uma parte da fazenda para plantação de mandioca, residente em Douradina (PR), foi multado por atear fogo em madeira em leiras, provenientes de uma supressão vegetal legalizada, realizada na área vistoriada. A área das leiras incendiadas medida com uso de GPS perfez 3,1 hectares. O arrendatário foi autuado administrativamente e multado R$ 3 mil por não possuir autorização ambiental para o uso de fogo. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a seis meses detenção.

Mais notícias