Pintor morre na ambulância após receber descarga elétrica

Teve 80% do corpo queimado quando fazia serviço de pintura em um supermercado

Morreu a caminho do hospital, nesta segunda-feira (11), o pintor Willian Célio da Silva Santos, após sofrer um choque elétrico quando fazia um serviço de pintura em um supermercado, na cidade de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande. Ele teve 80% do corpo queimado.

Willian fazia serviços de pintura no estabelecimento comercial quando por volta das 16 horas de segunda (11), o pintor teria sofrido um choque elétrico caindo no chão com o corpo em chamas, segundo o site Dourados News.

Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o hospital da cidade, mas por causa dos ferimentos foi transferido para a Santa Casa de Campo Grande. Willian acabou morrendo no trajeto dentro da ambulância.

Mais notícias