Pintor morre na Santa Casa doze dias após levar tiro por causa de serviço

Doze dias após levar um tiro na região do abdômen, o pintor Aires Alves Brasil de 43 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande nesta quinta-feira (05). Aires foi baleado em sua casa no último dia 24 de agosto na Rua Dário Anhaia Filho no Bairro Parque do Lageado.

O autor, de 55 anos, se apresentou à polícia logo após o crime e entregou a arma utilizada no crime. Após ser preso, ele disse que estava arrependido de ter cometido o crime.

Ele teria ido até a casa de Aires para cobrá-lo referente a um serviço de pintura. O autor teria cobrado o término da pintura ou a devolução do dinheiro que já teria pago.

Consta no boletim de ocorrência, que o autor foi a casa de Aires em um veículo branco o chamou e atirou. O pintor foi levado para atendimento no posto de saúde do Bairro Aero Rancho e de lá transferido à Santa Casa.

Porém, no final da manhã desta quinta, Aires não resistiu ao ferimento e veio a óbito. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil na Depac Piratininga.

Mais notícias