PF investiga narcotraficantes de MS que abasteciam festas no MA pelos Correios

Durante investigação, PF interceptou encomendas que continham entorpecentes

A PF (Polícia Federal) cumpriu mandados de prisão e de busca nesta quarta-feira (15) durante a segunda fase da operação “MD”, que desarticula grupo especializado que envia drogas, via Correios, para a capital maranhense. Parte da droga era enviada de Mato Grosso do Sul, conforme apurado na investigação.

De acordo com as informações da PF, os mandados foram cumpridos no Maranhão por meio da DRE (Delegacia de Repressão a Drogas), após interrogatórios durante a primeira fase da operação “MD” e também análise de provas.

A investigação aponta que o grupo enviava LSD, ecstasy e cocaína, via Correios, do Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul. O destino era a capital maranhense, onde o entorpecente era distribuído em festas, especialmente raves – de música eletrônica.

Durante a investigação, a PF interceptou encomendas que continham entorpecentes. Para colher outras provas, a Justiça Estadual do Maranhão expediu cinco mandados de prisão temporária e quatro de buscas em São Luis, que foram cumpridos nesta quarta.

Os presos foram encaminhados para a Superintendência de Polícia Federal, onde foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Mais notícias