Pescador que usava 300 metros de redes é preso por equipe da PMA

Pena para pesca predatória é de 1 a 3 anos de detenção

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu nesta quinta-feira (18), um homem de 61 anos, que pescava nas proximidades da barragem Jupiá. De acordo com a equipe militar, ele estava usando acessórios ilegais para a pesca.

Equipes realizavam fiscalização no Rio Paraná, como parte dos trabalhos da Operação Semana Santa, e localizaram o infrator em uma embarcação com seis redes de pesca emendadas, medindo 300 metros. O acessório ilegal estava armado no rio.

Durante a abordagem, a PMA localizou, a princípio, 6 kg de pescado já morto. Posteriormente, outros 5 kg de peixes vivos foram encontrados e soltos no rio. As redes e os peixes mortos foram apreendidos.

O pescador foi autuado administrativamente e multado em R$ 820. O infrator responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção.

Mais notícias