Pescador paranaense é autuado em R$ 2,8 mil por matar peixe dourado em MS

Pesca do peixe está proibida por lei estadual

Um pescador paranaense, de 46 anos foi preso e autuado neste sábado (12) após estar realizando pesca predatória no rio Miranda, em Anastácio, distante a 140 quilômetros de Campo Grande. A PMA (Polícia Militar Ambiental) do município estava fiscalizando a área em prol da operação Padroeira do Brasil.

Na abordagem ao pescador, os militares identificarem que o homem havia feito a captura de peixe da espécie dourado e o teria matado. A pesca do peixe está proibida por lei estadual e com isso, foram recolhidos o pescado e o molinete com vara usado para a pesca ilegal.

O paranaense foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Anastácio, mas logo foi solto depois de pagar fiança. Ele foi autuado em um valor de R$ 2.877,00 e responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Mais notícias