Paulista pesca o triplo da quantia permitida de peixe e acaba preso e multado

O suspeito estava com 19 quilos de exemplares

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu no sábado (05) um pescador de 60 anos que capturou o triplo da quantia permitida de peixes. O flagrante aconteceu em rancho no distrito de Águas do Miranda, em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande. O suspeito, que foi multado, estava com 19 quilos de exemplares das espécies pacu, piraputanga, piapara e piavuçu.

Segundo nota, o homem vai responder pelo crime pesca predatória. A legislação ambiental permite o total de cinco quilos de pescado, mais um exemplar e cinco piranhas. A PMA explicou que, separando o exemplar maior, que pesou 1,5 quilo, ele poderia levar mais cinco quilos, o que caracterizou excesso de 12,5 quilos, ou seja, três vezes a mais do que poderia capturar e. 

Contra o suspeito, residente em Limeira (SP), foi lavrado um auto de infração administrativa e aplicada multa de R$ 1.080,00. A pena para o crime de pesca predatória é de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado. Pela manhã, a PMA já havia autuado outro pescador paulista pelo mesmo motivo.

Mais notícias