Paulista é autuado em R$ 10,2 mil por irrigação agrícola sem licença

Pena para crime é de 3 a 6 meses de detenção

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aparecida do Taboado, autuou um agricultor de 30 anos, que realizava irrigação agrícola sem autorização ambiental.

A abordagem ocorreu durante fiscalização em propriedades rurais do município, que fica a 457 km de Campo Grande. Os policiais constataram que o dono da fazenda havia instalado uma moto-bomba e captava água de uma represa para irrigar uma lavoura de laranja.

Ele foi autuado administrativamente em R$ 10,2 mil e responderá por crime ambiental. A pena é de 3 a 6 meses de detenção.

Mais notícias