Patrão é preso em flagrante por passar a mão nas partes íntimas de diarista

Homem negou crime, dizendo 'não se recordar de nada'

Um homem de 61 anos foi preso em flagrante na manhã desta segunda-feira (11) pelo crime de importunação sexual. Ele teria passado a mão nas partes íntimas da diarista que trabalhava em sua residência. O caso aconteceu na cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

Conforme registrado em boletim de ocorrência, a vítima tem 23 anos e relatou aos policiais que nesta manhã foi até a casa onde presta serviços, quando o patrão começou a passar a mão nas partes íntimas dela.

A vítima teria pedido para que o homem parasse, mas após alguns minutos ele passou a mão novamente na vítima e começou a andar pela casa apenas vestido de cueca. O suspeito ainda teria dito para a vítima que teria uma arma de fogo na casa e que já havia matado duas pessoas.

A diarista saiu do local e procurou a polícia, que foi até a residência após o registro da ocorrência. Ele foi preso e levado para a delegacia, onde negou o crime e disse que não se recordava de nada. O suspeito autorizou que os policiais fizessem busca na casa, mas nenhuma arma de fogo foi localizada.

O caso foi registrado na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas como importunação sexual.

Mais notícias