Para não ser preso, foragido por homicídio se joga de silo na frente da PM e morre

Caso ocorreu na manhã desta sexta-feira

Homicida foragido da justiça que não teve a identidade divulgada cometeu suicídio na frente da Polícia Militar Rodoviária na manhã desta sexta-feira (27), em Amambai, a 352 quilômetros de Campo Grande, para evitar a prisão. Segundo nota, ele subiu em um silo e se jogou de uma altura de seis metros.

A polícia informou que por volta das 10 horas fazia fiscalização na rodovia MS-289, entre Coronel Sapucaia e Amambai, quando abordou um veículo Fiat Uno com placas de Laguna Carapã. Após parar, o motorista, de 33 anos, desembarcou e fugiu a pé, na direção de uma cooperativas de grãos.

Em seguida, o homem subiu nos equipamentos do silo e disse que iria se matar, pois não se entregaria à polícia. Apesar da tentativa de negociação dos policiais, ele se jogou de cabeça no chão de uma altura aproximada de seis metros, sofrendo várias lesões.

A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Antes de cometer suicídio, ele disse que tinha feito o uso de drogas. Ele tinha várias passagens, como tráfico, por exemplo, e tinha contra si um mandado de prisão por homicídio, expedido pela Vara do Tribunal do Júri de Dourados.

Após busca em seus pertences, a Polícia Militar Rodoviária localizou algumas trouxinhas de cocaína. No veículo, nada de irregular foi encontrado. Não há registros policiais sobre outras tentativas de suicídio praticada pelo homem. O caso foi encaminhado a Polícia Civil de Amambai.

Mais notícias