Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Pai que matou filho é assassinado a facadas em bar de Campo Grande

Autor se apresentou à polícia e reponderá em liberdade

Durval Morales Gois, 63 anos, preso no dia 2 de dezembro por matar o próprio filho, Roger Augusto Pereira Gois, 38, foi assassinado na manhã da última quarta-feira (09) em um bar na Vila Santo Eugênio em Campo Grande.

O suspeito de matar Durval, um servente de pedreiro de 38 anos apresentou-se na Quarta Delegacia nesta sexta-feira (11). De acordo com o advogado Amilton Ferreira Almeida, a Polícia Civil estava prestes a pedir a prisão preventiva do servente, porém, como ele se apresentou, irá responder em liberdade. Ele entregou à polícia a faca utilizada no crime.

O servente de pedreiro alega que matou Durval por achar que ele estava armado. Segundo o servente, Durval teria ofendido pessoas no local antes de ser morto com cinco facadas.

O autor conta que chegou por volta das 6h20, sentou-se em uma mesa e pediu um conhaque. Já Durval chegou por volta das 8h, sentou-se em uma mesa ao lado, e começou a beber cachaça e depois cerveja.

Durval então teria começado a xingar as pessoas no local, quando o servente pediu para que ele respeitasse as pessoas que ali estavam. “Olha, eu já matei um, e pra matar outro é daqui pra ali”, disse Durval, segundo o servente.

Depois, Durval teria colocado a mão na cintura, fazendo menção de estar armado. Neste momento, o servente então deu aproximadamente cinco facadas no idoso na região do tórax. O autor conta que fugiu após o esfaqueamento. Durval foi socorrido, porém não resistiu e veio a óbito.

Pai mata filho

Preso no último dia 2, Durval disse na época que matou o filho pelo fato de que era agredido frequentemente por Roger Augusto Pereira Gois. O crime aconteceu na casa onde pai e filho moravam, na Rua Major Gumercindo Bruno Borges, no bairro Vila Albuquerque.

Após matar o filho com cinco golpes de punhal, Durval ficou sentado em uma cadeira até chegada dos policiais. Ele disse que era agredido pelo filho que fazia uso de drogas e bebida alcoólica. Roger foi atendido pelo Corpo de Bombeiros mas não resistiu e morreu.

Comentários
Carregando...