Pai e filho são investigados por pelo menos três mortes em fazendas de MS

Eles foram presos pela Polícia Civil na quarta-feira

Homem de 68 anos e o filho de 33 anos foram presos nesta quarta-feira (16), em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, pelo homicídio de José Atanásio Lemos Neto, de 73 anos, ocorrido no dia 25 de outubro do ano passado, no curral de uma fazenda localizada em Bela Vista. Eles também são investigados por participação nas mortes de dois peões ocorridas em 2009.

Segundo nota da Polícia Civil, o inquérito é conduzido pela DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), mas a prisão foi realizada pela Defron (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Fronteira) e pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) de Ponta Porã.

Conforme a DEH, a vítima e os autores trabalhavam na mesma propriedade e no dia do crime, por volta de 9 horas da manhã, o homem de 33 anos aguardou a chegada do idoso ao curral, sacou um revólver e desferiu três tiros que o atingiram no pescoço e mandíbula.

O pai deu proteção ao filho no momento do assassinato e preparou a moto que ele usou na fuga. A Polícia Civil continua com as investigações para a completa apuração dos fatos, bem como identificação e prisão de outros eventuais envolvidos.

A dupla também responde pela morte de peões em fazenda na zona rural de Porto Murtinho. Eles são conhecidos como pistoleiros na fronteira e trabalhavam como segurança, de fachada, para fazendeiros da região. 

Mais notícias