Operação Mad Max 2: Polícia Federal prende 3 por contrabando de combustível na fronteira

Seis veículos foram apreendidos

A Polícia Federal deflagrou em conjunto com a Força Nacional e com a Receita Federal, a segunda fase da Operação Mad Max, em Corumbá na fronteira com a Bolívia para coibir a venda e o contrabando de combustível.

Durante a deflagração da operação nesta quinta-feira (21) três pessoas, que não tiveram os nomes revelados, foram presas, além de seis veículos usados para o contrabando serem apreendidos.

Também foram apreendidos 900 litros de combustível foram apreendidos, e todo material foi levado para a Receita Federal. A operação aconteceu em sete pontos diferentes, onde o combustível contrabandeado da Bolívia era revendido.

Em um dos locais alvos da operação dezenas de cartões bancários e de benefícios foram localizados em envelopes, com diferentes titularidades e senhas. Os presos foram levados para a delegacia e podem ser condenados de 3 a 9 anos de prisão.

 

 

 

 

 

 

Mais notícias