Operação de combate ao tráfico prende chefe de associação criminosa em MS

Mandados foram cumpridos na manhã desta sexta-feira

Na manhã desta sexta-feira (13) foi realizada a Operação Didelphis, que cumpriu mandados de busca e apreensão e prisão em Campo Grande e Corumbá, município distante 444 quilômetros. A ação tinha como foco chefe do tráfico no município de fronteira com a Bolívia, cujo apelido deu nome à operação.

Conforme o delegado Hoffman D’Ávila, titular da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), que coordenou as ações em Corumbá em conjunto com policiais da especializada, além de PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Polícia Militar, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão.

Foi preso Tiago da Silva Cuellar, o Gambá, apontado como chefe do tráfico em Corumbá e chefe da quadrilha investigada. Ele já tem passagens por esse crime naquele município e cumpria pena em regime semiaberto.  A operação foi batizada Didelphis, que é o nome científico do gambá, e cumpre mandados contra tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Até o momento já foram presas 5 pessoas em Campo Grande, sendo duas em flagrante. Em Corumbá duas pessoas teriam sido presas em flagrante também e munições foram apreendidas. Atuam na ação 48 policiais civis, 7 policiais rodoviários e também dois militares.

As equipes já retornam para Campo Grande, onde as ações foram coordenadas pelos delegados Gustavo Ferraris e Enilton Zalla, da Denar, com apoio da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) e Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros).

*Matéria editada às 11h19 para acréscimo de informações

Mais notícias