Namorado encontra mulher morta em casa e exames constatam homicídio

Não havia sinais aparentes de violência no corpo da vítima

Mulher de 27 anos foi encontrada morta em casa na madrugada do dia 28 de novembro, no Jardim Campo Nobre. Após as investigações, laudos dos exames constataram que a vítima foi morta por esganadura e a polícia faz buscas pelo assassino, que já foi identificado.

O namorado da vítima, um adolescente de 17 anos, chegou na casa dela naquela madrugada e encontrou o corpo da jovem no colchão. Ela estava deitada, seminua e já estava sem vida quando o namorado chegou na casa. Os filhos da vítima de 8, 7 e 5 anos estavam na residência, mas não teriam visto o ocorrido.

Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia estiveram no local e não constataram marcas aparentes de violência. No entanto, laudos dos exames feitos no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) constataram que a jovem foi vítima de homicídio por esganadura.

Testemunhas já foram ouvidas, mas a princípio ninguém ouviu gritos e também não havia sinais de arrombamento na residência. O adolescente não seria suspeito do crime, mas a delegada Gabriele Stainle, da 5ª Delegacia de Polícia Civil, não deu detalhes sobre o autor. Segundo ela, o assassino já foi identificado e a polícia está em diligências para fazer a prisão.

O caso, que anteriormente foi registrado como morte a esclarecer, agora é tratado como homicídio.

Mais notícias