Mulher tenta tirar satisfação com motorista que a seguia e quase é atropelada

A suspeita não desceu do carro e nem falou com a vítima

Na madrugada desta terça-feira (31), casal foi vítima de perseguição na região central de Corumbá, cidade que fica distante 444 quilômetros de Campo Grande. A mulher de 39 anos ainda tentou falar com a suspeita, de 37 anos, mas quase foi atropelada.

Segundo relato da vítima de 39 anos, ela saiu com o marido para jantar e quando eles voltavam para casa na camionete Ranger, a suspeita começou a seguir em um Onix prata. A mulher tentava a todo momento ultrapassar e jogar o carro na frente para que eles parassem, até que em determinado momento eles estacionaram.

A vítima desceu e foi até o carro da suspeita, bateu no vidro, mas ela não falou nada, nem abaixou o vidro. Quando a mulher voltava para o carro, a motorista tentou dar ré com o Onix para atropelar, mas foi impedida por um outro veículo que buzinou. Mesmo assim a vítima acabou tendo o braço atingido.

Não há informação para motivação do crime, mas o caso é tratado como lesão corporal dolosa, quando há intenção, e foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

Mulher tenta tirar satisfação com motorista que a seguia e quase é atropelada
Mais notícias